Notícias

Instituto Mauá de Tecnologia recebe mais dois credenciamentos na ANP

Laboratórios estão aptos para realizar projetos com empresas petrolíferas e na área de energia

São Paulo, maio de 2023 – Conforme publicado no Diário Oficial da União, o Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) recebeu mais dois credenciamentos pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), desta vez em favor da Divisão de Motores e Veículos, com apoio da Divisão de Inovação e Qualidade, do Centro de Pesquisas (CP) do IMT. A acreditação deve fortalecer e ampliar a pesquisa e o desenvolvimento (P&D) para atender as empresas petrolíferas, que são incentivadas a destinar até 1% de sua receita bruta anual  em projetos de P&D, tanto internamente quanto em instituições credenciadas.

Vale reforçar que essa acreditação também representa mais um objetivo alcançado pelo Centro de Pesquisas, uma vez que traz oportunidades para ampliar a sua atuação nos respectivos temas e subtemas: abastecimento (combustíveis e lubrificantes – tecnologia veicular); e outras fontes de energia (hidrogênio e células de combustível). “Já tínhamos 17 linhas de pesquisa credenciadas, em diversas áreas de atuação. Com essas novas, vamos ampliar as nossas parcerias com as empresas produtoras e distribuidoras de petróleo e gás natural, no âmbito de atuação da ANP, para desenvolver produtos ou soluções na área energética”, detalha o engenheiro Renato Romio, gerente da Divisão de Motores e Veículos do CP.

Mais pesquisa & desenvolvimento

Além da Divisão de Motores e Veículos, a Mauá tem outros laboratórios credenciados pela ANP, cada um aprovado para atuações específicas: Laboratório de Engenharia Química, Laboratório de Micro-Ondas e Laboratório de Engenharia Bioquímica. O laboratório de Divisão de Motores e Veículos, por sua vez, também está habilitado para atuar na área de energia a partir de outras fontes de biomassa, mas pode realizar pesquisas voltadas para o desenvolvimento de produtos e processos para monitoração, manejo e conservação do meio ambiente.

“Com mais esses dois credenciamentos, portanto, também podemos abrir as portas para receber apoio financeiro para a realização de trabalhos em empresas de petróleo e gás natural, para pesquisa de células de combustível e hidrogênio, consideradas tecnologias importantes para, em um futuro breve, diminuir a quantidade de emissão de gás carbônico”, conclui Romio.

Informações para a imprensa - RPMA Comunicação

Assessoria de Imprensa do Instituto Mauá de Tecnologia

Giovanna Favero – (11) 94033-1756
giovanna.favero@rpmacomunicacao.com.br

Claudio Monteiro – (11) 98970-4477
claudio.monteiro@rpmacomunicacao.com.br